Pesquisar este blog

1 de dezembro de 2010

OS PASTORES SÃO OS CULPADOS!

"O primeiro e maior obstáculo para missões são os pastores"



A frase acima é de ninguém menos que Oswald Smith, escritor dos bestselleres "Paixão pelas almas" e "Clamor do mundo". Ele foi pastor senior da Igreja dos Povos em Toronto, Canadá. Uma igreja local que sustentava mais de 800 missionários transculturais. Ou seja, ele tinha experiência no assunto!



E isso é mesmo verdade porque são os pastores locais que têm a incumbência de descobrir vocacionados, orientá-los, treiná-los, enviá-los aos campos não alcançados e sustentá-los dignamente. Posso dizer, por experiência própria e atual, que, na prática, a maioria deles se opõe a tudo isso, ainda que não declaradamente.



O caso é tão grave, que os congressos de líderes (ou seja, para pastores), nem incluem o tema missões na pauta. O amado pastor David Botelho, um dos maiores mobilizadores de missões no Brasil, relata num artigo que ficou muito surpreso ao ver que num congresso da SEPAL (www.sepal.org.br) com mais de mil pastores, que a palestra de missões atraiu somente 12 pessoas e 3 delas eram ele e os missionários Ken Kudo e Josué Martins. E esse quadro se repete em todos os outros grandes congressos de líderes (Leadership Summit, Silas Malafaia, etc), demonstrando que missões transculturais está enfrentando uma das maiores crises no meio de liderança brasileira. Algo radical tem que ser feito com urgência!



Na mesma linha da frase acima, George Peters diz uma verdade incontestável: "O mundo está mais preparado para receber o Evangelho do que os cristãos para propagá-lo". O filme Jesus é, hoje, o filme mais pirateado no mundo muçulmano. Ele foi apresentando na época do Natal em duas nações muçulmanas. Vários muçulmanos tiveram sonhos com Jesus e pedem missionários que os discipulem nos caminhos do Senhor, mas onde estão? Um presidente de uma nação muçulmana pobre pediu obreiros brasileiros à Missão Horizontes. Já imaginou isso?



Parece que chegou o tempo em que as pedras estão clamando... Estou vivendo a mesma experiência de Jeremias e não posso me calar diante de tantos fatos. 


Jamierson Oliveira - http://jamiersonoliveira.blogspot.com



ASSINE a revista POVOS: http://www.revistapovos.com.br/

16 de novembro de 2010

FILÓSOFOS ENCONTRAM NOVOS ARGUMENTOS PARA DEFENDER A EXISTÊNCIA DE DEUS


Pesquisadores e filósofos prosseguem na tradição de encontrar exemplos da “assinatura de Deus” nos sistemas biológicos para rebater o chamado novo ateísmo.

Nos últimos tempos, o mercado literário tem sido inundado por títulos defendendo o ateísmo. Boa parte deles viraram best-sellers – caso de Deus, um delírio, de Richard Dawkins, o mais ruidoso lançamento recente nesta linha. Pode-se supor, à primeira vista, que seja impossível aos pensadores modernos defender intelectualmente a existência de Deus. Todavia, um exame rápido nos livros do próprio Dawkins, bem como de autores como Sam Harris e Christopher Hitchens, entre outros, revela que o chamado novo ateísmo não possui base intelectual e deixa de lado a revolução ocorrida na filosofia anglo-americana. Tais obras refletem mais a pseudociência de uma geração anterior do que retratam o cenário intelectual contemporâneo.

O ápice cultural dessa geração aconteceu em 8 de abril de 1966. Naquela ocasião, o principal artigo da revista Time um dos maiores semanários da imprensa americana, foi apresentado numa capa completamente preta, com três palavras destacadas em vermelho: “Deus está morto?”. A história contava a suposta “morte” de Deus, movimento corrente na teologia naquela época. Porém, usando as palavras de Mark Twain, a notícia do “falecimento” do Senhor foi prematura. Ao mesmo tempo em que teólogos escreviam o obituário divino, uma nova geração de filósofos redescobria a vitalidade de Deus.

Para entender melhor a questão, é preciso fazer uma pequena digressão. Nas décadas de 1940 e 50, muitos filósofos acreditavam que falar sobre Deus era inútil – aliás, verdadeira tolice –, já que não há como provar a existência dele pelos cinco sentidos humanos. Essa tendência à verificação acabou se desfazendo, em parte porque os filósofos descobriram simplesmente que não havia como verificar a verificação! Esse foi o evento filosófico mais importante do século 20. O fim do império da verificação libertou os filósofos para voltarem a tratar de problemas tradicionais que haviam sido deixados de lado.

Com o renascimento do interesse nas questões empíricas tradicionais, sucedeu algo que ninguém havia previsto: o renascimento da filosofia cristã. A mudança começou, provavelmente, em 1967, com a publicação de livro God and Other Minds: A Study of the Rational Justification of Belief in God (“Deus e outras mentes: um estudo sobre a justificação racional da crença em Deus”), de Alvin Plantinga. Seguiram-se a ele vários filósofos cristãos, que militaram escrevendo em jornais eruditos, participando de conferências e publicando suas obras nas melhores editoras acadêmicas. Como resultado, a aparência da filosofia anglo-americana se transformou. Embora talvez ainda seja o ponto de vista dominante nas universidades americanas, o ateísmo hoje é uma filosofia em retirada.

Em um artigo recente, o filósofo Quentin Smith, da Universidade Western Michigan, lamentou o que chama de “dessecularização” da academia, que no seu entender evoluiu nos departamentos de filosofia desde o fim dos anos 60. Ele se queixa da passividade dos naturalistas diante da onda de “teístas inteligentes e talentosos que entram na academia hoje”. E conclui: “Deus não está morto na academia; voltou à vida no fim da década de 60 e hoje está vivo em sua última fortaleza acadêmica – os departamentos de filosofia”.

Teologia natural

O renascimento da filosofia cristã foi acompanhado pelo ressurgimento do interesse na teologia natural, ramo que tenta provar a existência de Deus sem usar a revelação divina. O alvo dessa teologia natural é justificar uma visão de mundo teísta ampla, que é comum entre cristãos, judeus e muçulmanos – e, claro, deístas. Embora poucos os considerem provas atraentes da existência de Yahweh dos cristãos, todos os argumentos tradicionais a favor da veracidade de Deus, além de alguns novos, encontram hoje defensores hábeis.

O argumento cronológico, por exemplo, defende que tudo o que existe tem uma explicação para sua existência, seja na necessidade de sua natureza ou em uma causa externa. E, se há uma explicação para a existência do universo, essa é a existência de Deus. Trata-se de um argumento com validade lógica, já que uma causa externa para o universo tem de estar além do espaço e do tempo; portanto, não pode ser física nem material. O argumento cronológico é defendido por estudiosos como Alexander Pruss, Timothy O’Connor, Stephen Davis, Robert Knoos e Richard Swinburne, entre outros. 

Já o argumento cosmológico considera que tudo que começa a existir tem uma causa; portanto, se o universo passou à existência, também ele tem uma causa. Stuart Hackett, David Oderberg, Mark Nowacki e eu, particularmente, o defendemos. A premissa básica com certeza parece mais plausível do que sua negativa – afinal, acreditar que as coisas simplesmente comecem a existir sem uma causa é pior do que acreditar em mágica. Ainda assim, é surpreendente o número de ateus que evitam tal explicação. Tradicionalmente, os ateus defendem a eternidade do universo. Há, porém, muitos motivos, tanto filosóficos quanto científicos, para duvidar dessa eternidade. Para a filosofia, por exemplo, a idéia de passado infinito é absurda; se o universo nunca teve início, então o número de eventos históricos é infinito. Essa idéia é muito paradoxal, e, além disso, levanta um problema: como o evento presente poderia acontecer se houvesse um número infinito de eventos para acontecer antes?

Além do mais, uma série notável de descobertas astronômicas e astrofísicas do século passado conferiu nova vida ao argumento cosmológico. Temos, hoje, evidências bem fortes de que o universo não é eterno no passado, mas que teve um início absoluto há cerca de 13,7 bilhões de anos, em um cataclismo conhecido como Big Bang. Esta tese é espantosa porque representa a origem do universo a partir de praticamente nada – afinal, toda matéria e energia, inclusive o espaço e o tempo físicos, teriam derivado dele. Os recentes experimentos com o LHC, o mega-acelerador de partículas instalado nos Alpes suíços, caminham justamente nesta direção. Alguns cosmólogos até tentaram fabricar teorias alternativas para fugir a esse início absoluto – porém, nenhuma delas foi aceita pela comunidade científica.

Em 2003, os cosmólogos Arvind Borde, Alan Guth e Alexander Vilenkin conseguiram provar que qualquer universo que exista, em estado de expansão como o nosso, não pode ter passado eterno; mas teve, necessariamente, um início absoluto. “Os cosmólogos não podem mais se esconder atrás da possibilidade de um universo com passado eterno”, diz Vilenkin. “Não há como fugir – eles têm de encarar o problema do início cósmico”. Segue-se, então, que precisa ter havido uma causa transcendente que trouxe o universo à existência. Uma causa plausível no tempo, acima do espaço, e portanto, imaterial e pessoal.

“Assinatura de Deus”

Resta o argumento teológico. Este permanece firme como sempre, defendido, em várias formas, por gente como Robin Collins, John Leslie, Paul Davies, William Dembski e Michael Denton. Ultimamente, com o movimento denominado Projeto Inteligente, boa parte destes pesquisadores prosseguem na tradição de encontrar exemplos da “assinatura de Deus” nos sistemas biológicos. Todavia, o ponto sensível da discussão enfoca a recente descoberta da sintonia do cosmos com a vida. Essa sintonia assume dois aspectos – primeiro, porque quando as leis da natureza são expressas em equações matemáticas, como a da gravidade, apresentam certas constante. Logo, não determinam esses valores. Segundo, há certas variantes arbitrárias que fazem parte das condições iniciais do universo – a quantidade de entropia, por exemplo. Essas constantes e quantidades se encaixam em um alcance extraordinariamente pequeno de valores que permitem a existência de vida. Se fossem alteradas em valor inferior ao da grossura de um fio de cabelo, o equilíbrio que permite a existência e sustentação da vida seria destruído – ou seja, não haveria vida.

A essência dessa argumentação é de que a existência do universo, tal qual o conhecemos, decorre do acaso ou de um projeto. Quanto ao acaso, teóricos contemporâneos cada vez mais reconhecem que as evidências contra a sintonia são quase insuperáveis, a não ser quese esteja pronto a aceitar a hipótese especulativa de o nosso universo ser apenas um membro de um hipotético conjunto infinito e aleatório de universos. Nesse conjunto, pode-se imaginar qualquer tipo de mundo físico, e obviamente só encontraríamos um onde as constantes e quantidades são compatíveis com nossa existência.

Claro que todos esses argumentos são objeto de réplicas e contra-réplicas – e ninguém imagina que algum dia se chegará a consenso. Na verdade, há sinais de que o gigante adormecido do ateísmo, após um período de passividade, vai despertando de suasoneca e entrando na briga. J. Howard Sobel e Graham Oppy escreveram livros grandes e eruditos criticando os argumentos da teologia natural, e a Cambridge University Press lançou Companion to Atheism (“Companheiro do ateísmo”) no ano passado. De toda forma, a simples presença do debate na academia prova como é saudável e vibrante a visão de mundo teísta hoje.

Relativismo

Muita gente pode pensar que a reaparição da teologia natural em nossos dias seja apenas trabalho desperdiçado. Afinal, não vivemos em uma cultura pós-moderna, onde o apelo a argumentos apologéticos como esses deixaram de ser eficazes? Hoje, não se espera mais que argumentos para defender o teísmo funcionem. Não por outra razão, cada vez mais cristãos apenas compartilham sua história e convidam outros a participar dela.

Esse tipo de raciocínio carrega um diagnóstico errado, desastroso para a cultura contemporânea. A suposição de que vivemos em uma cultura pós-moderna não passa de mito. Na verdade, esse tipo de cultura é impossível; não poderíamos viver nela. Ninguém é relativista quando se trata de ciência, engenharia e tecnologia – o relativismo é seletivo, só surge quando o assunto é religião e ética. Mas é claro que isso não é pós-modernismo; é modernismo! Não passa do antigo verificacionismo, que sustentava que tudo que não se pode testar com os cinco sentidos é uma questão de preferência pessoal.

Fato é que vivemos em uma cultura que continua profundamente modernista. Se não for assim, não haverá explicação para a popularidade do novo ateísmo. Dawkins e sua turma são inegavelmente modernistas e até científicos em sua abordagem. Na leitura pós-modernista da cultura contemporânea, seus livros deveriam ter sido como água sobre pedra – porém, as pessoas os agarram ansiosas, convictas de que a fé religiosa é tolice.

Sob essa ótica, adequar o Evangelho à cultura pós-moderna leva à derrota. Deixando de lado as armas da lógica e da evidência, deixaremos o modernismo nos vencer. Se a Igreja adotar esse curso de ação, a próxima geração sofrerá conseqüências catastróficas. O cristianismo se tornará apenas mais uma voz em meio a uma cacofonia de vozes que competem entre si – cada uma apresentando sua narrativa e alegando ser a verdade objetiva sobre a realidade. Enquanto isso, o naturalismo científico continuará a moldar a visão da cultura sobre como o mundo realmente é.

Uma teologia natural consistente é bem necessária para que a sociedade ocidental ouça bem o Evangelho. Em geral, a cultura do Ocidente é profundamente pós-cristã – e este estado de coisas é fruto do iluminismo, que introduziu o fermento do secularismo na cultura européia. Hoje, esse fermento permeia toda a sociedade ocidental. Enquanto a maioria dos pensadores originais do iluminismo eram teístas, os intelectuais de hoje, majoritariamente, consideram o conhecimento teológico impossível. Aquele que se dedica ao raciocínio sem vacilar até o fim acabará ateísta – ou, na melhor das hipóteses, agnóstico.

Entender nossa cultura da forma correta é importante, porque o Evangelho nunca é ouvido isoladamente, mas sempre no cenário da cultura corrente. Uma pessoa que cresce em ambiente cultural que vê o cristianismo como opção viável estará aberta ao Evangelho – mas, neste caso, tanto faz falar aos secularistas sobre fadas, duendes ou Jesus Cristo! Cristãos que depreciam a teologia natural porque “ninguém se converte com argumentos intelectuais” têm a mente fechada. O valor dessa teologia vai muito além dos contatos evangelísticos imediatos. Ao passo que avançamos no século 21, a teologia natural será cada vez mais relevante e vital na preparação das pessoas para receberem o Evangelho. É tarefa mais ampla da apologética cristã, incluindo a teologia natural, ajudar a criar e sustentar um ambiente cultural em que o Evangelho seja ouvido como opção intelectual viável para pessoas que pensam. Com isso, lhes será conferida permissão intelectual para crer quando seu coração for tocado.

Fonte: Cristianismo Hoje

10 de novembro de 2010

Gideões Internacionais - Testemunhos de vidas transformadas pela Palavra


Na Convenção Internacional dos Gideões realizada em julho/2008, na cidade de Louisville, Kentucky/EUA, o mesmo local onde o Ministério iniciou a colocação de Bíblias nos hotéis em 1908, alguns testemunhos foram compartilhados e estão reproduzidos aqui para a nossa edificação:

O SENHOR PODE ME APRESENTAR AO DR. JESUS?” - Testemunho da Índia
Essa pergunta foi feita a um pastor na Índia. O jovem rapaz que fez a pergunta, mora em uma cidade onde uma forte epidemia de gripe havia chegado. Seu pai contraiu a infecção e estava perdendo a visão de ambos os olhos. Os Gideões haviam distribuído recentemente Novos Testamentos na escola para rapazes e ele começou a ler o seu NT. Ele leu o milagre de Jesus curando o cego de Bartimeu em Marcos 10 e ficou surpreso com a história. Ele pegou seu NT e levou para o pastor mais próximo e pediu para ser apresentado ao “Dr. Jesus”. O pastor ministrou para esse rapaz e orou com ele para que Deus curasse a visão física do seu pai e abrisse os seus olhos espirituais. Deus curou a visão do pai e o jovem rapaz foi para a faculdade e hoje é um pastor na Índia.

“LOUCOS” PELA PALAVRA DE DEUS - Testemunho da Venezuela
Um adolescente na Venezuela começou usar drogas e roubar das pessoas para comprar mais drogas. Quando sua família tentou impedi-lo, ele ficou violento. Agrediu sua mãe muitas vezes e foi levado para a prisão. Mais tarde, foi levado para um hospital psiquiátrico. Os Gideões visitaram o hospital um dia e deram ao jovem rapaz um NT. Ele começou a ler regularmente. Durante uma consulta ele contou para o médico tudo sobre Jesus. Não sendo cristão, o médico pensou que a cabeça do rapaz estava piorando e disse que ele nunca sairia do hospício. Finalmente, o adolescente teve a chance de se consultar com um outro médico. Este constatou que o rapaz estava bem. Ele teve alta do hospício e começou a estudar em um Instituto Bíblico. Hoje ele é pastor. Surpreendentemente, o primeiro médico, que pensou que o rapaz não tinha solução, ouviu sobre a nova vida do adolescente e ficou pensando o que poderia tê-lo mudado tão drasticamente. Ele começou a ler o NT que havia recebido dos Gideões e também entregou sua vida a Cristo e agora é um missionário.

ELE NÃO PÔDE ESCAPAR DA PALAVRA DE DEUS - Testemunho de Madagascar
Um prisioneiro que ganhou um Novo Testamento dos Gideões começou a rasgar as páginas e jogar para fora da janela de sua cela. Com o vento, as folhas começaram a voar de volta para a janela da cela. Surpreso, esse prisioneiro colocou uma das páginas no seu bolso. Mais tarde, ele pegou a página e leu João 3:18, “Quem crê nele não é condenado...” O prisioneiro queria saber mais, mas havia rasgado o seu Novo Testamento. Então, pegou outro NT de um colega prisioneiro. Ele leu, se entregou para Deus e foi salvo.

O HOMEM MAIS FELIZ DO MUNDO - Testemunho do Líbano
Um homem de 30 anos, no Líbano contraiu uma doença no sangue. As duas pernas, uma das mãos e parte da outra mão tiveram que ser amputadas. Mas, ainda tinha a doença. Ele entrou em depressão e estava pronto para acabar com a sua vida. No entanto, os Gideões trouxeram um Novo Testamento enquanto ele estava no hospital. Ele leu e orou a Deus, pedindo cura. Deus o curou da doença e agora, ele está muito feliz casado. Seus médicos disseram que ele não poderia ter filhos, mas Deus presenteou-o com filhos também. Hoje, ele é um Gideão e diz, “Eu sou o homem mais feliz do mundo.”

A BÍBLIA QUE ELA IA QUEIMAR, COLOCOU FOGO NO SEU CORAÇÃO - Testemunho da Tailândia
Uma jovem moça, que era conhecida como um profunda e convicta muçulmana, estava viajando e visitou um hotel em Bangok. Ali, ela encontrou uma Bíblia dos Gideões. Ela a colocou na sua bagagem com intenção de queimá-la mais tarde. Ela esqueceu da Bíblia por algum tempo, mas um dia ela a pegou e começou a ler. Essa jovem moça foi salva e agora, é uma evangelista e líder do ministério de avivamento.



SAIBA MAIS SOBRE OS GIDEÕES: http://portal.gideoes.org.br/ 

3 de novembro de 2010

Aos Pastores deste Brasil - O poder da Internet

Projeto de Evangelização Digital.


Olhar Cristão

Antes que ela comece a ler, aprenda a publicar na Internet


100 mil Blogueiros Cristãos até dezembro de 2012.


João Cruzué

Reverendos Pastores:

Os meios de comunicação estão passando por uma mudança radical. A velocidade desta mudança tem sido assombrosa. Creio firmemente que Deus está neste processo, disponibilizando tecnologia de ponta para a divulgação do Evangelho de Jesus Cristo. Decidi escrever este texto, pois tenho uma proposta a fazer. E esta proposta não é nova; tenho trabalhado nela há alguns anos; quanto mais o tempo passa, mais claro fica o caminho. Estou disposto a compartilhar seis anos de conhecimentos de publicação. De graça. O tempo de falar é agora, então por favor, leia. Ore. E o que sua consciência disser: ponha em prática.

Uma geração de crianças está crescendo dentro de nossos lares. Daqui a duas semanas eu vou ser avô. Em menos de dois anos, com a graça de Deus, meu neto já estará colocando seus dedinhos em um mouse de computador. Nossos pequenos são atraídos pelo fascínio destas máquinas; não só elas, mas tudo o que provoca a visão. Eles não vão comprar um jornal na esquina. Jornais são feitos de papel. De um papel que necessita de bilhões de litros de água para chegar à brancura dos grandes rolos armazenados ao lado das impressoras dos grandes jornais.

Eles vão ler, estudar, se informar através de um monitor ou da tela de um celular. É uma mudança que não tem como abortar. Assim como a imprensa de Gutemberg acabou (com o tempo) com a profissão do copista (escriba) a era digital é chegada.

E agora o que faremos?

As lideranças desta Igreja precisam aprender a usar os meios tecnológicos disponíveis para acumular conhecimentos desta cultura digital, para que nossos filhos , filhos de nossos amigos, vizinhos, conterrâneos descubram as boas coisas que podemos escrever e publicar. Sabe porquê eles leem os textos dos ateus, dos incrédulos, dos ímpios? Por que está faltando escritores crentes na internet. Somos mais de 30 milhões de evangélicos neste país. Apenas considerando os professores de Escola Dominical das Assembléias de Deus, por baixo, há mais de 50.000.

 cinco anos eu comecei a publicar o blog Olhar Cristão. Levou dois anos para que eu alcançasse 7.000 visitantes. Sete mil em dois anos. Apenas nesta última semana, foram 12.000 os visitantes. Se eu tivesse desistido, desanimado, continuado apenas como um leitor passivo, não teria alcançado este patamar. É muito pouco, em vista dos blogs esportivos, de fofoca e de artistas.

Sou uma pessoa comum. Não tenho fama, nem Pr. antes do nome. Mesmo assim, há mais de três anos, o Blog Olhar Cristão tem sido o primeiro "blog cristão" na busca do Google. Espero que em breve possa ser superado por outro blog cristão mais focado que o meu.

Por que é importante publicar conteúdo cristão na Internet? Nossos jovens precisam dominar a arte da comunicação. Todo líder tem uma característica marcante: ele lê muito. E quem lê também pode colocar seus pensamentos, sua visão em um texto. Um blog é uma oficina digital, onde você aprende (com o tempo) as estratégias de comunicação digital. É o meio mais fácil, para começar a ser um agente digital de boas novas. Quanto mais cristãos escreverem, mais estarão lendo, se informando e formando opinião.

Eu tenho um sonho. Neste sonho eu posso ver 100 mil líderes cristãos formando opinião com seus escritos e comentários na Internet. O milagre não acontece da noite para o dia; ele acontece pela insistência. No momento, usar uma rede de televisão é o meio mais eficiente para comunicar o Evangelho. Mas quando eu percebo que simples vídeos no YouTube chegam a alcançar milhões de visitas em apenas um dia, eu imagino que não podemos ficar de fora desta nova cultura de comunicação. Em lugar de leitores passivos, é preciso que cada moço, moça, adolescente e vovô que goste de ler, ministrar, escrever seja desafiado, incentivado, que alguém os provoque a abrir o olho para esta oportunidade que Deus colocou diante de nós.

Por que um texto dirigido a Pastores assembleianos? Porque a juventude desta Igreja é a maior e mais participativa em espaços digitais, como comunidades Orkuts, MSNs, Facebooks, etc. Em 2007 havia mais de 800 comunidades de Orkut. somente das Assembleias de Deus. Não há como deixar de ver isto. É uma liderança natural.

E, no que precisar, para que alguém saiba como começar, o que escrever, como escrever, onde se pode criar um Blog gratuitamente, aqui entra o meu trabalho. Desde 2007 venho fazendo isto. Meu testemunho e trabalho é conhecido dentro e fora do meio evangélico. Não sou um dr. sabetudo, apenas alguém que gosta de escrever e comentar mensagens e textos sob um olhar cristão. Em português, inglês, espanhol e alemão.

Tudo o que peço é que observe os talentos que há dentro da sua Igreja. Família. Comunidade. Você não tem nenhuma obrigação de dizer qualquer coisa para mim. Que este compromisso seja assumido por você com o Senhor. Sabe, por muito tempo eu via nas estantes das livrarias apenas livros de autoajuda de autores espíritas. Enquanto isso, nossos escritores evangélicos tinham um pequeno mercado cativo nas livrarias evangélicas. somente de uns dois anos para cá eu comecei ver autores evangélicos naquelas estantes.

Se você, tanto quanto eu, desejamos passar por uma megastore secular, uma banca de jornal, e contemplar 05, 10, 15 títulos de autores evangélicos, saiba de uma coisa: é preciso de uma oficina para praticar a arte de escrever textos. Esta oficina tem um nome: Blog. Para começar, basta ter um email em www.gmail.com e depois abrir gratuitamente um blog em www.blogger.com . Saiba mais sobre blogs neste endereço:curso de blogs. E neste outro: como blogar.

Pense nisto: 100 mil blogueiros cristãos até o final de 2012. Hoje eles são em torno de 20.000. Eu prefiro mil vezes ler um testemunho de um escritor crente iniciante, que as palavras venenosas de um ateu que pisa no nome do Senhor. E Um desses talentos cristãos que pode ser lido no mundo inteiro, está bem dentro da sua Igreja, e nem sabe que se este talento for revelado e consagrado à glória de Deus, vai mostrar ao mundo que o Brasil tem escritores melhores que Paulo Coelho.


Irmão João Cruzué 
* Presbítero da Igreja Ev. Assembleia de Deus
* Auditor do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

* Administrador da Associação de Blogueiros Cristãos

Fale conosco: cruzue@gmail.com

18 de outubro de 2010

Campanha da Missão Portas Abertas a favor da liberdade religiosa no mundo - assine a petição


Organização da Conferência Islâmica, que compreende 57 países, sendo a maioria de população muçulmana, apresentará mais uma vez a Resolução da Difamação da Religião na Assembleia Geral das Nações Unidas, no final deste ano.

Essa resolução:
- dá ao governo o poder para determinar quais visões religiosas podem ou não podem se expressar nesses países;
- dá ao Estado o direito de punir aqueles que expressam posições religiosas “inaceitáveis”, de acordo com o que eles acreditam;
- torna a perseguição legal;
- visa criminalizar palavras e ações consideradas contra uma religião em particular, nesse caso, o Islã.
- tem o poder de estabelecer legitimidade internacional para leis nacionais que punem a blasfêmia ou, por outro lado, proíbem críticas à religião.

Muitos países apoiaram essa resolução no passado, mas alguns agora estão mudando de ideia. Este ano, existe uma possibilidade real de que ela seja derrotada. E você pode ajudar. Está na hora de mudarmos isso.
Participe da petição global realizada pela Portas Abertas Internacional e una-se a milhares de cristãos ao redor do mundo. O abaixo-assinado será entregue às Nações Unidas em dezembro deste ano.

» Como posso ajudar?
Divulgue a campanha para outras pessoas, em sua igreja, escola, faculdade, trabalho, utilizando os recursos disponibilizados em nosso site. Faça o download de alguns recursos como vídeos, apresentação em powerpoint e arquivos para marca-página e adesivo. Além disso, você pode imprimir o abaixo-assinado quantas vezes quiser e distribuir para muitas pessoas.
Preencha seus dados no formulário, que funciona como um abaixo-assinado eletrônico e ajude a mudar a história da liberdade religiosa em muitos países.

Serra, Dilma e o problema da corrupção no Brasil - Quais as soluções propostas?


Nesta reta final das Eleições, uma questão crucial para o pleno desenvolvimento (em todas as frentes) do Brasil, e mesmo para sua maior inserção como verdadeira liderança no cenário global, tem sido pouco debatida por nossos dois nobres candidatos: a nossa velha e visceral corrupção. Quais dos, repito, nobres candidatos, por exemplo, tem apoiado e promovido a idéia de transformar o crime de corrupção em crime hediondo (saiba mais aquiaqui e aqui- o que pelo menos assustaria mais a canalha, aumentando, se não ao nível justo, ao menos um pouco o grau da punição? Tal mudança interessa a algum deles, nobres a aguerridos candidatos a gerir a máquina-Brasil? Interessa a seus partidos, seus aliados, suas bancadas, e por que não (pardon, mes amis, mas os tempos são maus), a suas famílias? Queremos saber! Ou talvez isso só convenha ao povo, à vítima? Isso é só um exemplo dentre muitos.

Para promover a reflexão e o debate sobre este tema da corrupção, convidamos você a ler uma esclarecedora entrevista realizada com o sociólogo Roberto daMatta. Foi publicada na RevistaÉpoca Negócios #36, em Fevereiro. Mas, como o dia 31 está aí, o texto não poderia ser mais atual.

LEIA A ENTREVISTA AQUI.

E aproveitando o embalo, e já que a nossa bancada evangélica cresceu em todas as tribunas, que tal convidarmos nossos (nobres) representantes a promoverem esta idéia (do crime hediondo), a salgarem a terra e iluminarem este algumas vezes tenebroso mundo dos gabinetes e repartições? Se não nós, quem? Se não agora, quando? 

Afinal, nem só de PNHD3 viverá o homem (cristão), mas de combater todo tipo de mal. Soluções existem.

Sammis Reachers

19 de junho de 2010

LAUSANNE III: CIDADE DO CABO 2010 - CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE EVANGELIZAÇÃO MUNDIAL

Visite:  http://www.lausanne.org/language.html?lid=5

O Comitê de Lausanne para Evangelização Mundial Renova a Visão de Billy Graham Iniciada com o Congresso de Lausanne em 1974

CIDADE DO CABO, AFRICA DO SUL / COLORADO SPRINGS, CO - E.U.A., 4 de maio - O Comitê de Lausanne para Evangelização Mundial (LCWE, www.lausanne.org) anunciou hoje os planos para o Terceiro Congresso Internacional sobre Evangelização Mundial, a ter lugar de 16 a 25 de outubro de 2010, na Cidade do Cabo, África do Sul. "Lausanne III: Cidade do Cabo 2010" juntará líderes de missões e igrejas do mundo todo para tratar dos desafios e oportunidades que estão diante da Igreja com respeito à evangelização mundial. 
 
O Rev. S. Douglas Birdsall, Presidente Executivo do LCWE, diz que o ano 2010 foi selecionado para celebrar o centenário da histórica Conferência Missionária Mundial realizada em Edimburgo, Escócia, em 1910 sob a liderança do Dr. John R. Mott. A seleção da Cidade do Cabo também tem significação histórica, já que William Carey, considerado o pai das missões modernas, foi o primeiro a propor uma conferência missionária internacional naquele local em 1810. "Nós cremos que o 200º aniversário da visão de William Carey e o centenário de sua realização sejam um tempo apropriado para, uma vez mais, encorajar os líderes internacionais a unirem-se para mapear o curso para o  trabalho de evangelização mundial no século XXI", Birdsall disse.  O Dr. Michael Cassidy, fundador do “African Enterprise” e membro do Conselho Consultivo de Lausanne III, também crê que Lausanne III "acrescentará um ímpeto enorme e encorajamento à Igreja Africana para que cumpra o seu destino em Missões Mundiais no Século XXI". 
 
“Não resta dúvida de que entramos em uma nova época no cristianismo global", Birdsall adicionou. "Nós precisamos de estratégias que definam como podemos avançar a expansão do evangelho ao redor do mundo. Isto é especialmente importante porque o nosso mundo continua encolhendo, através de novas tecnologias, e porque a população evangélica mudou-se para o Hemisfério Sul", ele enfatizou.    
 
O Sr. Lindsay Brown, Diretor Internacional recentemente designado para o LCWE, aponta para as mudanças dramáticas que aconteceram no Cristianismo no decorrer do último século, mudanças que são refletidas na liderança de Lausanne III. O Arcebispo anglicano Henry Orombi de Uganda servirá como o presidente do Comitê Anfitrião da África. O Conselho Consultivo de Lausanne III é presidido pelo Dr. Samuel Escobar da América Latina. O Bispo Hwa Yung, da Igreja Metodista na Malásia, é o presidente do Comitê de Seleção de Participantes. O Comitê de Programa será presidido pelo Rev. Ramez Atallah, Diretor da Sociedade Bíblica do Egito. O Diretor do Congresso Lausanne III, Rev. Blair T. Carlson, Ex-Diretor de Cruzadas Internacionais da Associação Evangelística Billy Graham, cresceu em Hong Kong e passou a maior parte de sua vida trabalhando e vivendo em locais ao redor do mundo. 


A Cidade do Cabo, literalmente, abriu os seus braços ao Congresso Lausanne III. Cristãos da área toda estão oferecendo suas casas para hospedar até mil dos esperados 4.000 líderes de missões e igrejas participantes de 200 países. "Nós fomos totalmente comovidos pelo acolhimento que recebemos da Cidade do Cabo", disse a Sra. Robyn Claydon, Presidente Adjunta do LCWE. "Nós esperamos com grande entusiasmo o que Deus vai realizar por meio deste evento e da Cidade do Cabo".

O primeiro Congresso Internacional sobre Evangelização Mundial (Lausanne I) aconteceu em 1974, em Lausanne, Suíça. A reunião foi convocada sob a liderança do Rev. Billy Graham e atraiu mais de 2.700 líderes evangélicos de 150 países. O foco da reunião era prático e teológico, produzindo o Pacto de Lausanne, um documento que oferece um fundamento teológico para uma evangelização mundial intencional e colaborativa. O Pacto inclui quinze artigos que lidam com assuntos importantes como a autoridade das Escrituras, a natureza do evangelismo, responsabilidade social cristã, a urgência da evangelização mundial, fé e cultura, e a natureza do conflito espiritual. O Pacto ofereceu um plano para a unidade, e serve como declaração de fé para centenas de organizações ao redor do mundo. 

Em 1989, 3.600 líderes de 190 nações participaram de Lausanne II em Manila, Filipinas. O resultante Manifesto de Manila reafirmou e expandiu o Pacto de Lausanne e o chamado para "Proclamar a Cristo até que Ele venha".

O trabalho de base para Lausanne III começou com o Forum para Evangelização Mundial em 2004, na Tailândia, que reuniu 1.500 participantes em 31 consultas simultâneas para lidar com os assuntos primários a respeito da evangelização mundial. Dois anos depois, a preparação continuou com um esforço combinado para engajar uma geração nova de liderança cristã, quando 500 líderes jovens cristãos de 120 países uniram-se para o Ajuntamento de Líderes Jovens Lausanne, na Malásia. A reunião semestral da Liderança de Lausanne, em junho, em Budapeste, vai acelerar o planejamento para o Congresso Lausanne III.   

"Os assuntos urgentes diante de nós hoje, tais como o engajamento de visões de mundo cada vez mais hostis ao cristianismo, a ameaça do terrorismo, e o HIV e a AIDS, juntamente com novas oportunidades e novas tecnologias, são muito diferentes dos assuntos enfrentados em 1974", Birdsall explicou. "Novos desafios globais requerem respostas bem pensadas e cobertas de oração. Nós oramos para que Lausanne III: Cidade do Cabo 2010 venha a servir para unir e energizar a Igreja com uma nova visão e um compromisso novo para compartilhar do trabalho de evangelização mundial para um novo tempo". 

 
OBS: Para maiores informações ou para pedir uma entrevista com o Rev. S. Douglas (Doug) Birdsall, por favor entre em contato com Melany Ethridge pelo número 214.912.8934 ou melany@alarryross.com Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar . Traduções adicionais do boletim de imprensa estarão disponíveis on-line no site www.lausanne.org

_________________________________


O que Líderes Globais estão Dizendo Sobre Lausanne III: Cidade do Cabo 2010

"O Congresso de Lausanne em 1974 foi crítico para os esforços de evangelismo daquela época. Mas os assuntos que a geração de hoje enfrenta são radicalmente diferentes. É por isso que eu apoio totalmente a necessidade de um novo congresso em 2010. " 
Rev. Billy Graham 
Associação Evangelística Billy Graham
Fundador, Movimento de Lausanne 
 
"Eu estou impressionado com a liderança atual de Lausanne. O Presidente Doug Birdsall é o homem certo para levar este movimento a uma geração nova. A sua talentosa equipe compartilha do espírito de Lausanne e eu creio que Deus os usará para unir a igreja na evangelização mundial". 
Rev. Dr. John R. W. Stott 
           Arquiteto principal, O Pacto de Lausanne, 
    Presidente Honorário, Movimento de Lausanne
  
"Eu louvo a Deus pelo Movimento de Lausanne e, como presidente do Comitê Anfitrião da África, será o meu privilégio dar as boas-vindas aos delegados de Lausanne III à África. A igreja na África e também ao redor do mundo necessita do estímulo e motivação para o evangelismo que este congresso trará. O congresso também equipará a todos nós para lidar com os novos assuntos e desafios primordiais que o cristianismo enfrenta aqui e no mundo todo". 
Reverendíssimo Henry Luke Orombi  
7º Arcebispo, A Igreja da Província de Uganda,  
Presidente, Comitê Anfitrião da África de Lausanne III
 
"Será um grande privilégio para os crentes sul-africanos serem os anfitriões do Congresso Lausanne III: Cidade do Cabo 2010, na Cidade do Cabo. Lausanne III acrescentará um ímpeto enorme e encorajamento à Igreja Africana para cumprir o seu destino em Missões Mundiais no Século XXI. Eu também me alegro em ver este renovo e rejuvenescimento do Movimento de Lausanne, em uma época em que muitos na igreja ao redor do mundo estão perdendo a sua ousadia no evangelismo em uma era pós-moderna. A necessidade é grande e urgente para revisitar nossa teologia tanto de evangelismo quanto da singularidade de Cristo, e então sermos motivados novamente como aqueles que estiveram em Edimburgo em 1910, para a evangelização do nosso mundo nesta geração. Nós precisamos mostrar que o nosso Evangelho imutável é mais relevante do que nunca nestes tempos de mudanças".   
Dr. Michael Cassidy 
Fundador e Líder de Equipes Internacionais, “African Enterprise”  
Presidente, Comitê de Missões de Lausanne III
 
"Lausanne III promete ser uma iniciativa verdadeiramente global, e não somente do Oeste, para proclamar o Evangelho de Cristo no Século XXI. Que modo maravilhoso de avançar a visão da  Conferência Missionária Mundial de 1910, em Edimburgo! " 
Bispo Hwa Yung 
Igreja Metodista na Malásia  
Presidente, Comitê de Seleção de Participantes de Lausanne III

"Como um líder jovem no Congresso Internacional em Evangelização Mundial Lausanne, em 1974, fui tremendamente impactado pela visão, unidade e criatividade de todos os apresentadores, bem como dos muitos participantes a quem eu tive o privilégio de conhecer. A minha oração é que o Movimento de Lausanne reavivado, que está se preparando para Lausanne III: Cidade do Cabo 2010, faça, durante o Século XXI, aquilo que o Movimento de Lausanne fez para a última parte Século XX." 
Rev. Ramez Atallah 
Diretor Geral, Sociedade Bíblica do Egito
Presidente, Comitê de Planejamento de Programa de Lausanne III
 
"Eu convido a todo líder cristão, igreja, denominação e crente – quem quer que se importe com alcançar o mundo para Cristo – a dar as mãos e unir-se, apoiando juntos o Congresso de Lausanne 2010. Isto é realmente muito importante". 
Dr. Jack W. Hayford 
Presidente, Igreja do Evangelho Quadrangular e Chanceler, “Kings College and Seminary”
Membro, Conselho Consultivo de Lausanne III
 
"A igreja precisa de um impulso renovado, paixão e foco nos problemas sem igual que esta geração enfrenta. O Congresso de Lausanne sobre Evangelização Mundial em 2010 será uma oportunidade histórica para discussão, estratégia e ação".
Pastor Rick Warren 
Pastor Titular, Igreja de Saddleback
Membro, Conselho Consultivo de Lausanne III
 
"Eu sou grato pelo compromisso de Lausanne para a integridade do Evangelho de Cristo. O Congresso de Lausanne 2010 enfatizará que o verdadeiro evangelismo significa alcançar no nome de Jesus todas as partes da sociedade - incluindo os que estão doentes, famintos, pobres e inválidos". 
Sra. Joni Eareckson Tada 
Fundadora, Centro Internacional  de Inválidos Joni e Amigos
Membro Titular de Lausanne para Evangelismo Entre Pessoas Inválidas 
 
"Eu creio que o Congresso Lausanne III dará uma contribuição enorme à evangelização mundial". 
Dr. Steve Douglass 
Presidente, Cruzada Estudantil para Cristo Internacional
 
"Uma chave para a evangelização mundial próspera é aceitar a riqueza do corpo inteiro de Cristo - e então, convidar à sua participação. O Congresso Lausanne III reunirá a igreja global entusiasticamente para completar a Grande Comissão". 
Pastor Ken Fong 
Igreja Batista Evergreen de Los Angeles 

18 de maio de 2010

Antologia de Poesia Missionária

 

Amados irmãos, é com grande alegria que apresentamos e disponibilizamos para download gratuito o livro eletrônico Antologia de Poesia Missionária.

A obra, organizada por Sammis Reachers, editor dos blogs Poesia Evangélica e Veredas Missionárias (entre outros), reúne belíssimos poemas de, sobre e para Missões, da lavra de diversos poetas evangélicos. O livro (de 108 págs. em formato PDF) traz ainda, como Apêndice, uma seleção de frases sobre Missões e Evangelismo.

Além de ser um subsídio devocional para edificação de toda a igreja, o livro objetiva ser uma ferramenta de auxílio a promotores de missões, pastores e missionários de todas as denominações, com poemas para serem declamados em cultos e eventos missionários, e publicados em sites, blogs, jornais e informativos de igrejas, missões e etc.

Baixe gratuitamente o livro, leia e compartilhe com seus irmãos. O livro não pode ser vendido, mas você pode redistribuí-lo eletronicamente, ou imprimi-lo para uso próprio ou distribuição a interessados.

E mais: Se você possui blog ou site, ou é responsável por site institucional (de Igrejas, Missões, Agências Missionárias, Ongs, etc.), convido-lhe a disponibilizar este livro a partir do mesmo, ajudando a promover o amor pela obra missionária, e edificando seus leitores. Não é preciso autorização prévia para isso, nem é necessário me comunicar.

PARA BAIXAR O LIVRO, Clique Aqui.

E se você está numa lan house que não o permite, ou por qualquer outro motivo não pode fazer o download, leia o livro online, Clicando Aqui.

Que o Senhor nosso Deus lhe abençoe, e una-nos cada vez mais no objetivo de alcançar os inalcançados, estejam eles próximos ou distantes.

Um fraterno abraço de seu irmão e conservo Sammis Reachers

1 de maio de 2010

Seleta: Frases para a Teologia da Prosperidade


 Aquele que serve a Deus por dinheiro, servirá o diabo por um salário melhor.
- Roger L'Estrange

Os que acreditam que com dinheiro tudo se pode fazer, estão indubitavelmente dispostos a fazer tudo por dinheiro. – Beauchène

Quem compra o que não precisa, vende o que precisa. - Autor desconhecido

O cão que tem dinheiro chama-se senhor cão. - Provérbio Árabe

Lamentar aquilo que não temos é desperdiçar aquilo que já possuímos. – Provérbio Chinês 

Nada falta no funeral dos ricos, a não ser alguém que sinta a sua morte. - Provérbio Chinês

Considerai que querendo mais do que podeis, não só destruís o vosso poder senão também o vosso querer. - Padre Antonio Vieira

Muito dinheiro e pouca educação é a pior combinação. - Valentín Moragas Roger

Não estimes o dinheiro nem em mais nem em menos do que aquilo que vale, porque ele é um bom servo e um mau amo. - Alexandre Dumas 

Existem pessoas tão sumamente pobres que só têm dinheiro. - Autor desconhecido
 
Depois de nos precavemos contra o frio, a fome e a sede, tudo o mais não passa de vaidade e excesso. 
- Sêneca
Os nossos desejos são como crianças pequenas: quanto mais lhes cedemos, mais exigentes se tornam. 
- Provérbio Chinês 

O dinheiro pode comprar uma cama, mas não o sono; livros, mas não a inteligência; alimentos, mas não o apetite; uma casa, mas não um lar; medicamentos, mas não a saúde; luxos, mas não a cultura; divertimentos, mas não a felicidade; um passaporte para qualquer lugar, mas não para o Paraíso. - Autor desconhecido

Algum dinheiro evita preocupações; muito dinheiro as atrai. – Confúcio

O avarento não possui as suas riquezas: são estas que o possuem a ele. - Bion de Esmirna

Quem abre o coração à ambição, fecha-o à tranquilidade. - Provérbio Chinês

O mais rico não é o que mais tem, mas o que necessita de menos. - Autor desconhecido

Para a nossa avareza, o muito é pouco; para a nossa necessidade, o pouco é muito. – Sêneca

A civilização é uma ilimitada multiplicação de necessidades desnecessárias. - M. Twain

Na verdade não é a penúria que produz a avareza, mas sim a abundância. – Montaigne

Uma grande fortuna é uma grande servidão. – Sêneca

Mesmo que tenhas dez mil plantações, só podes comer uma tigela de arroz por dia; ainda que a tua casa tenha mil quartos, nem de dois metros quadrados precisas para passar a noite. - Provérbio chinês

É preferível ser dono de uma moeda a escravo de duas. - Provérbio grego

A verdadeira riqueza de um homem é o bem que ele faz neste mundo.

A Idade de Ouro volta aos homens quando, mesmo que apenas por um momento, esquecem-se do ouro.
 - Gilbert Keith Chesterton

Do homem que opina que o dinheiro pode fazer tudo cabe suspeitar com fundamento que será capaz de fazer qualquer coisa por dinheiro.
- Benjamin Franklin

A propriedade é uma armadilha; o que cremos possuir é que nos possui.
A. Karr

Dinheiro é como esterco: só é bom se for espalhado.
Francis Bacon

Poucas coisas testam mais profundamente a espiritualidade de uma pessoa do que a maneira como ela usa o dinheiro.
J. Blanchard

Tempo e dinheiro são os fardos mais pesados da vida, e os mortais mais infelizes são os que os têm mais do que são capazes de usar bem.
Samuel Johnson

A verdadeira medida de nossa riqueza está em quanto valeríamos se perdêssemos todo nosso dinheiro.
John Henry Jowett

Dois terços de todas as lutas, brigas e processos judiciais no mundo originam-se de uma simples causa: dinheiro!
J. C. Ryle

Mamom é o maior senhor de escravos do mundo.
Frederick Saunders

Dinheiro - o maior deus debaixo do céu.
Herbert Spencer

Nada do que é de Deus é obtido com dinheiro.
Tertuliano

O dinheiro compra qualquer coisa, exceto a felicidade, e obtém o passaporte para qualquer lugar, salvo para os céus.
Charles L. Wallis

Não estimes o dinheiro nem em mais nem em menos do que aquilo que vale, porque ele é um bom servo e um mau amo.
Alexandre Dumas

Não gastes o teu dinheiro antes de o teres na mão.
Thomas Jefferson


Fonte frases: E-books Minhas Citações Preferidas, de Alzira Sterque, e
SABEDORIA: Breve Manual do Usuário, que eu organizei.

26 de março de 2010

E-books de Utilidade Pública para download (e ainda Bibliotecas Virtuais, Democratização do Conhecimento - e um novo blog sobre tudo isso)

*

Talvez você já tenha me visto escrever sobre a Biblioteca Virtual Letras Santas, uma biblioteca que reúne centenas de recursos (e-books, apostilas, gráficos, etc) evangélicos, com a característica de serem somente materiais LIBERADOS PARA DOWNLOAD LIVRE POR SEUS PRÓPRIOS AUTORES. O que talvez você não saiba é que, além dos muitos recursos de interesse particular do cristão, reunimos também dezenas de recursos de INTERESSE GERAL e UTILIDADE PÚBLICA, materiais esses produzidos e disponibilizados por diversos órgãos governamentais (das três esferas), além de ONGs e organismos nacionais e estrangeiros.
Neste tópico, veja algumas dos mais recentes recursos incluídos no acervo (clique sobre o título para fazer o download):

Cartilha do Trabalhador com Deficiência, elaborada pela FAPED (DF).

Cartilha sobre Inclusão Digital, elaborado pelo Comitê para Democratização da Informática em Sergipe – CDI Sergipe.

HIV/AIDS em Ambientes Prisionais: Prevenção, Atenção, Tratamento e Apoio, elaborado pelo UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime).



Cartilha sobre Direção Defensiva, elaborada pelo DENATRAN e Ministério das Cidades.

Guia Prático do Cuidador de Idosos, elaborado pelo Ministério da Saúde (E-book com 62 pgs.).

As Crianças e o Desmembramento Familiar, elaborado pela ONG cristã Tearfund (E-book com 68 pgs.).

Um Guia para as Brasileiras no Exterior (sobre o perigo do tráfico sexual), e-book de 84 págs. elaborado pela OIT (Organização Internacional do Trabalho).

Controle Integrado de Ratos, cartilha elaborada pela EMBRAPA.


Brasileiros no Exterior - Informações Úteis, elaborado pelo Ministério do Trabalho.

O Combate à Corrupção nas Prefeituras do Brasil, elaborada por Cláudio Webber Abramo (Transparência Brasil) e outros.

Noções Básicas de Cartografia, e-book de 128 págs., elaborado pelo IBGE.

Guia Alimentar para a População Brasileira – Promovendo a Alimentação Saudável, livro de 210 págs., elaborado pelo Ministério da Saúde.

Kit Família Brasileira Fortalecida, elaborado pela UNICEF. O kit contém cinco álbuns que explicam os cuidados necessários para as crianças desde a gestação até os 6 anos de idade, período de vida determinante para o desenvolvimento integral de meninas e meninos.
E fique sempre de olho na nossa Biblioteca, pois semanalmente são incluídas novidades.
Democratizar a edificação e a capacitação cristã, e a informação útil, esta tem sido nossa bandeira. Divulgue o link da Biblioteca entre seus contatos e em seu blog, para abençoar seus leitores. E caso você conheça materiais de uso livre que se enquadrem na proposta da Biblioteca, mas que eventualmente não constem do acervo, por favor, colabore com este esforço, enviando-me a dica.

O link para a página da Biblioteca é este: http://www.4shared.com/dir/1727479/71ecfce9/sharing.html


E indo além: em virtude da crescente importância do tema da democratização do conhecimento, e a multiplicação de iniciativas neste sentido, no Brasil e no mundo, me pareceu oportuno criar um novo blog, totalmente dedicado a esta temática. É o Bradante. Um espaço que oferece listas de links de Bibliotecas Virtuais (evangélicas e seculares) que disponibilizam material de uso legal, links para Cursos gratuitos online, e outros recursos. E ainda notícias, artigos e tutoriais sobre o tema, e o melhor: a disponibilização regular de e-books e outros materiais de uso livre e legal para download, coletados nas mais diversas fontes evangélicas e seculares. Um verdadeiro brado pela democratização do conhecimento!

Para o sucesso desta iniciativa, a sua colaboração é fundamental, enviando dicas e informações, e divulgando mais este humilde webserviço prestado aos irmãos, e a toda pessoa interessada.


Deus lhes abençoe!

Sammis Reachers
sammisreachers@ig.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...